Mais 4 vantagens de se investir em Bitcoin

As altas e baixas do Bitcoin certamente geram muita incerteza sobre investir ou não no mercado de Criptomoedas. Veremos quais as vantagens de se investir nesse mercado:

 

1 – Descentralizado

Bitcoin é descentralizado, ou seja, nenhuma autoridade monetária central administra a emissão, nem mantém o registro das transações. É possível comprar bitcoins em diversas plataformas de negociação, porém novas unidades monetárias somente são criadas pelo processo de “mineração”.

 

 

Já que a quantidade de bitcoins em circulação depende de um processo de solução de problemas matemáticos complexos e a quantidade máxima de moeda é estabelecida previamente, conclui-se que a oferta de moeda não depende de nenhuma política monetária. Seu valor é justificado pela lei da oferta e procura.

 

2 – Transações internacionais sem burocracia

Você pode fazer transações envolvendo bitcoins com qualquer pessoa do mundo, sem pagar nada a mais por isso, sem pedir permissão ou autorização para ninguém, sem preencher fichas ou entregar documentos.

 

 

Quem já tentou fazer remessa para o exterior por meio de banco sabe que é necessário mostrar a origem dos recursos, justificar o motivo do envio, pagar IOF e esperar entre um e cinco dias em média para completar o processo. No Bitcoin, a transação demora minutos.

 

3 – Segurança

Em termos de privacidade e segurança, poucas coisas são mais inseguras que deixar o dinheiro no banco. Uma simples ordem do governo ou uma medida judicial inesperada e sua conta está confiscada ou congelada, fora do seu alcance. Quem já teve uma conta bloqueada sabe o transtorno que é não poder comprar nem água.

 

 

Em síntese, a segurança do sistema depende de três mecanismos principais: a criptografia moderna, a rede peer-to-peer e o conjunto de protocolos. A criptografia moderna provê em alto nível de segurança por meio de comprovação matemática.

 

4 – Deflacionário

A deflação dos preços, o contrário da inflação, significa que o dinheiro tem mais poder de compra com o passar do tempo. Muitos economistas argumentam que uma economia deflacionária é um desastre e deveria ser evitada a todo custo.

 

 

Com o Bitcoin ocorre o contrário, 1 unidade de BTC passa a valer cada vez mais com o passar do tempo, pela impossibilidade de ‘fabricação’ do BTC’.

 

Conclusão

Os grandes países estão procurando reduzir sua exposição aos EUA e à UE. Talvez devido à grande dívida que o Ocidente reuniu nas últimas décadas. A Grande Recessão de 2008 empurrou os orçamentos dos governos e os balanços dos bancos centrais para o máximo. Uma nova crise financeira e / ou econômica poderia ser difícil de lidar com os orçamentos esticados.

Grandes exportadores como a China e as nações exportadoras de petróleo como a Rússia e a Arábia Saudita estão querendo ser menos dependentes do dólar americano e outras moedas ocidentais.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *