O Bitcoin é uma bolha?

Com o crescimento extraordinário  do preço do Bitcoin, muitas pessoas se perguntam sobre a possibilidade do Bitcoin ser uma bolha que pode estourar a qualquer momento.

Mas afinal o que pode ser caracterizado como uma bolha? O Bitcoin tem essas características? Confira:

 

O que é uma bolha?

Uma bolha se caracteriza pela inflação do valor de um ativo, um bem, ou no nosso caso, uma moeda. Em outras palavras, uma super valorização em desacordo com a realidade.

Essas supervalorizações são geradas por especulações, que nada mais é do que fazer suposições sem ter uma base concreta.

Como ela ocorre?

Investidores observam boas oportunidades de investir em empresas que demonstram crescimento. Quando é investido um grande valor, os preços das ações dessa empresa disparam.

Investidores menos experientes enxergam esse movimento de alta e entram depois que valorizou, esperando valorizar ainda mais. Entretanto os grandes investidores aproveitam a super valorização dessas ações e se desfazem delas, fazendo um lucro significante. Consequentemente os preços despencam e a “lei da oferta e procura” faz o seu trabalho.

Tudo isso ocorre, porque não havia uma base concreta para sustentar os altos valores que o mercado criou, e o preço do ativo volta ao patamar mais coerente com a realidade da empresa.

 

A primeira bolha financeira da história:

Na Europa do século XVII, os holandeses descobriram uma forma de ganhar dinheiro praticamente sem nenhum esforço. Mas quando dizemos ganhar dinheiro, é realmente muito dinheiro e, simplesmente, vendendo flores. Não era qualquer flor, eram tulipas, até então desconhecidas pelos europeus, que cresciam em algumas partes da Turquia.

Pessoas de todas as classes vendiam propriedades para investir em tulipas, e em meados da década de 1630 surgiram contratos futuros para negociar os bulbos antes mesmo da colheita.

Em 1623, um simples bulbo de uma variedade famosa de tulipa poderia custar muitos milhares de florins holandeses. Tulipas foram trocadas por terras, animais valiosos.

Dizia-se que um bom negociador de tulipas conseguia ganhar seis mil florins por mês, quando a renda média anual, na época, era de 150 florins. Um bulbo de tulipa passou a ser vendido pelo preço equivalente a 24 toneladas de trigo. Por volta de 1635, a venda de 40 bulbos por 100.000 florins foi um recorde. Para efeito de comparação, uma tonelada de manteiga custava algo em torno de 100 florins e oito porcos graúdos custavam 240 florins.

Em 1636, tulipas eram vendidas nas bolsas de valores de numerosas cidades holandesas. O comércio das flores era encorajado por todos os membros da sociedade. Muitas pessoas vendiam ou negociavam suas posses no intuito de especular no mercado de tulipas. Alguns especuladores tiveram muito lucro, enquanto outros perderam tudo ou quase tudo o que tinham.

Em fevereiro de 1637, os comerciantes de tulipas não conseguiam mais inflacionar os preços de seus bulbos e então começaram a vendê-los. A bolsa de valores estourou. Começou-se a suspeitar que a demanda por tulipas não duraria e isso propagou o pânico no mercado. Consequentemente, milhares de holandeses, incluindo executivos e membros da alta sociedade, ruíram financeiramente.

Bitcoin

 

Um exemple de bolha mais atual:

A bolha das empresas de tecnologia listadas na Nasdaq, ou empresas pontocom, em 1999 /2000.

No final dos anos 90, as empresas de internet provocaram euforia no mercado de ações americano. Ninguém sabia qual seria o limite de lucros e resultados alcançados por Yahoo, AOL, TheGlobe ou Amazon, e todo mundo começou a correr atrás dessas ações. As empresas de tecnologia sequer conseguiam explicar tamanha procura por suas ações.

Veja o gráfico:

Bitcoin

O resultado, contudo, foi diferente do caso das tulipas, no qual os preços ficaram próximos de zero logo após o estouro da bolha. Notem que, em 2002, as ações chegaram ao fundo do poço e depois começaram a subir constantemente, como se tivessem chegando à sua média histórica (ou valor justo). Na teoria de bolhas, ou ciclos, a ideia de retorno à média histórica é a que aparece com mais força nos meios especializados. A figura abaixo resume esta teoria através da ilustração de uma bolha genérica.

Bitcoin

 

E o Bitcoin?

O Bitcoin tem uma grande tecnologia por trás. Muitos estudiosos do mercado acreditam que as pessoas estão investindo em Bitcoins devido ao potencial dessa tecnologia.

A segurança, a descentralização, a limitação da quantidade existente e a possibilidade de co-existir com outras moedas são apenas algumas das grandes características que potencializam a capacidade do Bitcoin em atrair novos usuários.

Grandes empresas do cenário mundial estão começando a aceitar pagamentos em Bitcoin. Governos estão de olho nessa tecnologia, pessoas comuns principalmente americanos, devido ao valor da inflação no país, estão preferindo investir ou até mesmo guardar suas economias em Bitcoin.

Conclusão

Se definimos que uma bolha é um valor sem fundamentos e olharmos para o Bitcoin, vemos que sua utilidade e sua popularidade entre grandes empresas, governos e pessoas comuns está crescendo exponencialmente.

Não há evidências suficientes de que estamos lidando com uma bolha, mas sim com uma nova tecnologia, um novo jeito de lidar com a economia. O mundo está se adaptando e aprendendo como a utilizar.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *