Por que o Bitcoin é mais caro no Brasil?

Atualmente o Bitcoin se encontra em um preço elevado. Está num momento de muita oscilação devido a disparada que deu nos últimos 2 meses.

É notório que em muitos momentos dessas oscilações, o preço chega a cair 1000 dolares nas exchanges internacionais. Entretanto no Brasil essa queda não é tão acentuada. O alto preço se sustenta chegando a ter uma discrepância significativa. Explicaremos alguns dos motivos desse estranho fato:

 

Livre Mercado

Muitas pessoas, ao investirem em bitcoin, ficam confusas e não entendem que uma exchange não compra e vende as criptomoedas. Essas empresas somente fazem a intermediação das transações.

Aqui no Brasil existe uma grande procura pelo bitcoin. Maior que a oferta. Está mais caro porque pessoas pagam esse preço.

 

Investidores do Brasil

Grande parte dos investidores do Brasil são de médio/longo prazo. Investimentos de médio prazo são aqueles cujo retorno será obtido, em média, entre 1 e 5 anos. Longo prazo são os que esperam retorno financeiro a partir de 5 anos.

Isto influencia no preço, que tende a ficar mais estável e menos rensponsivo às oscilações do bitcoin em dólar.

Porque médio/longo prazo?

Max Keizer é um conceituado analista financeiro e investidor de bitcoins desde 2011. Keizer observou que muitos especialistas e analistas esperam que os fundos negociados em uma Exchange Traded Funds (ETFs) de Bitcoin, que são fundos de índices comercializados como ações, sejam aprovados pela Comissão de Valores Mobiliários (SEC).

Keizer estima que no médio prazo, o Bitcoin chegará a 10 mil dólares. E no longo pode chegar a 100 mil. Atualmente o mercado do Bitcoin movimenta aproximadamente 120 bilhões de dólares. O mercado Forex, por exemplo, movimenta em torno de 4 trilhões. Se o mercado do Bitcoin chegar a movimentar 1 trilhão, elevaria o preço de sua unidade para 45.600 dólares

 

Dificuldade em Arbitragem Internacional

Arbitragem é uma opção muito interessante. É possível encontrar oportunidades ainda melhores fazendo arbitragem internacional. Porém é necessário ter uma conta bancária nos EUA ou na Europa e pouquíssimas pessoas tem acesso a isso.

Mas se for possível para algum leitor, frequentemente conseguirá encontrar nas exchanges internacionais, diferença de preço de até 800 dólares.

Este fator pode deixar o mercado brasileiro de bitcoins menos movimentado.

Taxas

No Brasil, a arbitragem é mais difícil porque a diferença de preço entre as corretoras não é tão grande quanto nas internacionais.

Além disso existem taxas que também não são muito atrativas. Mas ainda assim é possível encontrar oportunidades. É necessário ficar bastante atento.

Ocasionalmente é possível encontrar uma boa diferença de preços, porém as taxas podem fazer essa oportunidade ainda não ser lucrativa.

 

Conclusão

Neste sentido, é perceptível a diferença de preço do Bitcoin de dólar para real. Devido aos dados aqui expostos, torna possível o entendimento dos fatores que levam a ter essa desigualdade de valores.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *